Sempre é Natal!

Porque um menino nos nasceu... (ls 9.6)
Os anos passam depressa,
mais uma vez, vem chegando o Natal.
Repetem-se os preparativos para as comemorações,
Multiplicam-se as mensagens de carinho,
E as pessoas parecem mais felizes...

Casas enfeitadas, vitrines coloridas,
Músicas que em harmonia, se espalham pelo ar...
É tempo de estender a mão,
em gestos simples de amor.
Surgem oportunidades de amar a compartilhar.
Sim, é tempo de recordar e agradecer,
Perdoar e pra sempre esquecer.

 

A alegria se faz presente!
Aromas se misturam, flores enfeitam,
É tempo de comunhão,
Há festa em todo lugar.
Mas, e o aniversariante, onde está?
Será que esqueceram de O convidar!

É Natal, tempo de refletir e recomeçar,
Pois a nós é oferecido um presente,
De incalculável valor...
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira,
Que deu seu Filho unigênito, para que todo aquele
Que NELE crer, não pereça,
Mas tenha a vida eterna”. (João 3.16)

JESUS – dádiva sublime, resplandecente luz,
“Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte,
Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.”
Oferta do Nosso Pai, revelando-nos seu amor,
Entrega irrestrita e total de seu filho amado,
No primeiro natal, lá em Belém.

Presente precioso e singular.
Lírio dos Vales - que perfuma o viver.
Sol da justiça - que dissipa toda a escuridão.
Bálsamo que sara as feridas e restaura nosso ser.
Água que sacia a sede e nos tira do deserto...
Aquele que cuida de mim e ti com zelo e amor.

Aceita, pois este presente,
Pronuncia agora baixinho o nome de Jesus,
Descansa teus anseios em seus braços,
...Só Ele conhece a tua dor...

Neste Natal, num gesto simples,
De reconhecimento e gratidão!
Entrega a tua vida aos pés do Salvador.
Faz dela um altar para testemunhar,
E para sempre, glorifica a teu Senhor.

...deste principado e da paz, não haverá fim... (Is 9.7)

Cecília Sant’Anna do Valle Marques

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *